Sobre mim

Olar
Olá. Bem-vindo (a) a minha bagunça. E, por incrível que pareça o Madessy é a junção de Madaha com "messy", que em inglês significa "bagunça". Meu nome é Gabriela, mas me chamem de Madaha, um nome de origem africana que significa "graciosidade". Nasci em julho de 1996, sou canceriana com ascendência em aquário, o que me faz de um ser pacato e maluco ao mesmo tempo euheuaheu.

Sou blogueira e web designer autodidata e estou na blogosfera desde meados de 2007. Tive vários blogs pessoais e comecei a escrever por conta da depressão causada pela fibromialgia, uma síndrome que me causa dores por 24h. Antigamente escrevia poesias, crônicas e outros textos de cunho pessoal, porém atualmente escrevo também sobre o mundo alternativo, o qual estou inserida novamente desde quando resolvi voltar aos meus gostos e voltar a me vestir da forma que eu sempre quis.

Sou agnóstica porém, gosto muito de ocultismo, e muito da filosofia ocultista vocês verão por aqui. Sou apaixonada pela era medieval e que se refira a cultura folclórica, independente se seja árabe, céltica, nórdica ou africana. Eu acredito que eu tenha sido uma princesa guerreira no passado... kkk Já falei uma vez por aqui que tenho o Brasil estampado na minha cara, pois tenho mistura de três etnias diferentes e cada uma com a sua peculiaridade e, ao contrário do que as pessoas pensam, eu gosto muito disso. Adoro cheirar gatinhos e plantinhas. Ouço muito mais do que eu falo, mas apesar disso me considero imprevisível. Eu gosto de surpreender as pessoas e de observar os mínimos detalhes. Adoro conhecer o novo e não me prendo a ninguém, portanto eu sou uma pessoa um pouco chata sim para conviver, eu assumo.

Perdão eu não sei usar maquiagem ainda '-'
Não ligo para rótulos, não estou aqui para me determinar gótica ou headbanger ou punk ou hipster ou a merda que for. Eu sou apenas eu, independente se minhas vestimentas estão ou não concordando com alguma subcultura/subgrupo. Eu gosto de muita coisa e isso reflete claramente no meu modo de se vestir. Me considero andrógina na maioria das vezes, pois não me enquadro nem no feminino nem no masculino. Sou antissocial ao extremo, e vocês podem perceber isso porque eu não divulgo o meu blog e pela minha constante ausência em redes sociais, só tenho instagram e facebook e mal atualizo ambos. Agora estou fazendo uma forcinha por conta do blog... kkkkk É que eu odeio esse contato virtual ridículo. É falso e sem graça... Mas mesmo assim eu tenho um blog e isto é super contraditório.

Acho que deu para perceber o quanto eu sou uma bagunça e o quanto o nome do meu blog bate com a minha personalidade, eu sou uma eterna bagunça, portanto, bem-vindo a minha bagunça! E obrigada por vir aqui. :)